Cadastre-se!

Login

Senha perdida

Perdeu a sua senha? Tudo bem, acontece! Informe o seu e-mail e clique em "Reset" que você receberá instruções para criar uma nova senha.

Login

Cadastre-se!

Junte-se a esta comunidade! Cadastre-se e comece a participar, perguntando, respondendo, ajudando e sendo ajudado!

Alto Falante – Para Grave, Médio e Agudo

Ajude, Compartilhe :)
  • 37
  •  
  •  
  •  
  •  

Woofer, Driver, Tweeter, Subwoofer. Você sabe o que são tudo isso? Teoricamente, todos são Alto Falantes, a diferença está na faixa de frequência que cada um “responde”. Vamos tentar entender melhor isso para que você possa montar um conjunto que toque um som bem equilibrado e harmônico?

Se quiser, veja aqui um artigo específico sobre as diferenças entre Alto Falantes para carro quanto às suas características e como escolher o melhor para você.
Outro artigo que pode ser interessante é sobre o Subwoofer – como ele transforma o som do seu carro.

O que é exatamente um Alto Falante?

Primeiramente, gostaria de descrever o que é na verdade um Alto Falante para tentar compreender melhor o assunto que se segue. Tecnicamente falando, é um aparelho que reproduz Som armazenado ou gravado em alguma mídia (HD/Memória Flash/CD/DVD/Fita/Vinil etc) – este som pode ser algo próprio da natureza (o canto do pássaro por ex.) ou criado por alguém (a música/canção por ex.) – embora eu não goste de usar esse verbo, “criar”, porque o mais correto seria “arranjar” já que nós arranjamos os sons para tornar uma canção, ou seja nós ordenamos (e não criamos) aquilo que já existe (o som ou as notas) harmoniosamente para tornar algo legal e agradável de se ouvir. Enfim, nós arranjamos os sons criando melodias ou canções, gravamos em uma mídia e posteriormente reproduzimos em um Alto Falante ou conjunto de Alto Falantes – usando um aparelho para isso, um CD Player por ex.

Fisicamente falando, é um aparelho que converte energia Elétrica em Sonora. O som por sua vez é composta por vibrações, medidas em Frequências, sendo a faixa audível por uma pessoa normal, entre 20Hz e 20.000KHz. Com isso podemos concluir que a natureza humana é perfeita porque, uma pessoa normal é capaz de ouvir frequências tão díspares (embora alguns animais possam ouvir até além disso), enquanto um Alto Falante só, não consegue reproduzir com clareza ou em volumes harmônicos e equilibrados, toda essa faixa de frequência. Agora é possível entender porque existem tantos tipos de “reprodutores sonoros” não é?

Tipos de Alto Falantes de acordo com suas características Físicas/Mecânicas, isto é, capacidade de reproduzir determinadas faixas de Frequências

Alto FalanteAntigamente, na época que os homens haviam criados os primeiros Alto Falantes, suponho eu que seria difícil imaginar fazer um Tweeter ou um Subwoofer, devido à escassez de tecnologia. Ainda assim, um Woofer pode ter sido uma das maiores invenções, para os apreciadores de som e música. Podemos dizer que um Woofer é um alto falante genérico, não no sentido de qualidade claro, mas no sentido de resposta de frequência, porque ele responde pela faixa mais abrangente, vamos dizer assim, entre 65Hz e 5.000Hz aproximadamente. Não é completo, mas perto do que um Subwoofer ou Tweeter é capaz, já está de grande tamanho. É por isso que podemos ouvir um som até razoável, só com um par de Woofers.

Entretanto, percebemos que fica uma lacuna em faixas de frequências mais baixas e em altas. Aí que entram os Subwoofers e os Tweeters/Drivers. Os Subs são feitos para reproduzir sons de frequência baixa, ou sons graves como costumamos dizer. Apesar do Woofer reproduzir frequências relativamente baixas, ele não consegue responder com firmeza essa faixa, enquanto um Sub entrega com “autoridade” sons dessa faixa, digamos entre 20Hz e 300Hz.

Na outra ponta, está o Tweeter. Este Alto falante é “especialista” em reproduzir sons agudos, ou de frequência alta. Este tipo de reprodutor é capaz de responder com autoridade faixas de frequências entre 4KHz e 20Khz, uma faixa que um Woofer nem sonharia em chegar! Existe também o Driver que é bem parecido com o Tweeter em sua característica, mas este consegue responder melhor numa faixa um pouco abaixo, geralmente entre 1Khz e 8KHz. E apesar de responder nessa faixa aguda como o Tweeter, ele tem sim muita importância quando se fala em som de qualidade porque essa é uma das faixas mais propícias à distorção, assim, um Driver de qualidade pode fazer uma grande diferença no conjunto final.

De qualquer forma, é bom lembrar que os Woofers e Drivers têm respostas de frequências em faixas bastante variadas dependendo do modelo e marca e é difícil “padronizá-los” em uma faixa, enquanto os Subwoofers e Tweeters costumam ter uma faixa mais definida (variam menos).

Agora ficou fácil entender porque um som próximo da perfeição precisa de pelo menos 3 tipos de Alto falantes, não ficou? Projetos sem um mínimo de cuidado com isso, especialmente os visados apenas em SPL tem de muito, mas eu como amante do som de qualidade, apóio e recomendo sempre que olhe para esse lado pois somente assim podemos montar um som realmente equilibrado e harmônico. Sim, alguns talvez apreciem sons mais graves e outros mais agudos, mas nesses casos é só fazermos os ajustes necessários, e isto é diferente de deixar “lacunas” de frequências totalmente abertas.

Tem Dúvidas? Faça perguntas!

Gostou do artigo? Curta e Compartilhe nas redes sociais! Com essa Atitude simples você pode Ajudar alguém! Obrigado!

Achou útil? Curta, marque +1 :)

Sobre o Autor

Desejo fazer deste site/blog uma grande comunidade com informações ricas e muito úteis para os amantes de som, sobretudo de qualidade.

Comments ( 10 )

  1. OLÁ AMIGO PARABÉNS PELO ESCLARECIMENTO, MAS EU AINDA TENHO UMA DÚVIDA, COMPREI DOIS MIDI BASS THOMAHAWK DE 6 POLEGADAS 100 RMS CADA, IREI FAZER DUAS CAIXAS AMPLIFICADAS PARA USAR NO PC, FAZ NECESSÁRIO APENAS COMPLEMENTAR COM TWETEER OU SE FAZ NECESSÁRIO TAMBÉM UM DRIVER?

    • Olá Pedro!
      Obrigado pelo comentário!

      Nesse caso eu recomendo apenas o tweeter, ou seja, só o tweeter creio que já vai ficar bom. O driver é melhor para sons mais “pesados” e principalmente para melhor alcance com menos distorção, de agudos. Claro que não é uma regra, mas usando sempre o bom senso, esta é a minha opinião.

      Abraços e boa sorte!

      *Se isto te ajudou ou vc acha que pode ser útil para outras pessoas, por favor compartilhe! Obrigado 🙂

  2. Boa tarde ….Amigo gostei muito da matéria , e gostaria se possível uma informação técnica sobre que tipo de auto-falantes devo usar para um som ambiente para a reprodução de canto de pássaros domésticos ,em especial o curió,,,aguardo alguma resposta,,

    • Olá Cavalcante!

      Fico feliz que tenha gostado da matéria! 🙂
      Não sei se vou conseguir te ajudar bem mas, como os cantos de pássaros são mais na faixa aguda (frequência alta) acredito que um bom tweeter e/ou driver reproduziria bem os cantos. Inclusive falantes pequenos de celulares e smartphones já reproduzem bem, visto que falantes pequenos tmb reproduzem bem essa faixa. E dependendo dá até pra “enganar” de tão perfeito e próximo da realidade rsrs! Faça uma experiência, não custa nada né!

      Abraços e boa sorte!

      *Se isto te ajudou ou acha que ajudaria outras pessoas, por favor compartilhe! Obrigado 🙂

  3. Oi tenho 6 cone seco d 8 tocando mo meu carro tei um modulo d 400 pra eles eu acho q tenho q traca pro um mais forte ou nao precisa traca o modulo en ?????? E ser tive q traca o modulo qual q bom pra toca en ???

  4. Boa noite , estou com uma dúvida eu tenho 2×15 pra grave cada 1 de 250rms da oneal , qual falante fica bom pra fazer médio grave de 8,10 ou 12 e qual potencia em RMS eles devem ter , obrigado .

    • Olá Pedro!

      Desculpe mas, conforme sempre falo aqui, é difícil recomedar um falante ou woofer porque existem muitos modelos, precisaria verificar cada detalhe do conjunto antes (que são muitos) e até porque isso é um gosto muito pessoal. Não trabalho com isso (revenda de som automotivo) para ter em mente um modelo para te indicar, sou aficionado por som, especialmente de qualidade e por isso gosto de ajudar com informações mais técnicas para que as pessoas possam extrair o máximo do seu som, com qualidade e segurança.

      De qualquer forma, costumo dizer que na teoria, quanto maior for o cone (conhecido como “Polegadas”) mais consistente será o som, em se tratando da faixa média (mid-range) para baixo (grave). Mas isso depende de vários fatores, como já explico neste artigo, então o bom é sempre ver todos os dados do fabricante/modelo e, melhor ainda se puder testar. Cada modelo se comporta de forma particular, fazendo com que a teoria do “quanto maior melhor” cair por terra. Mas de um modo geral, se o espaço não for problema, eu começaria escolher por um de 12.

      Abraços e boa sorte!

      HelioMiyata – somparacarros.net

  5. Boa tarde, amigo.
    Gostei muito da matéria, porém tenho uma dúvida.
    Tenho dois sub, sendo um Pionner 400rms 12″ e um Bicho Papão 800rms 12″ três driver D-250X e dois tweteer ST-200. Quero montar uma caixa residência com estes, mas quero som de qualidade, portanto, será que eu poderia usar o Pionner para médio-grave, ou teria que trocar por um woofer e de menor polegada?
    Obrigado!

    • Olá Douglas!

      Eu particularmente preferiria adicionar um médio-grave para equilibrar melhor o som. E na vdd, não precisa ser pequeno, grande é até melhor, a sonoridade é melhor (se puder, entre 10 e 12 pol.), desde que ele responda na faixa médio-grave.

      Se fosse aqueles subs antigos da Pioneer, com suspensão leve (em inglês diz “foam”, não sei se em português seria literalmente “espuma”) ainda seria bom (eu fazia isso com um de 10 pol. de 125 Wrms, acho) mas suspensão normal de borracha talvez não fique tão bom para responder médios.

      Bom, essa é a minha opinião.
      Abraços e boa sorte!

      HelioMiyata – somparacarros.net

Leave a reply

Você pode usar as seguintes tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>