Cadastre-se!

Login

Senha perdida

Perdeu a sua senha? Tudo bem, acontece! Informe o seu e-mail e clique em "Reset" que você receberá instruções para criar uma nova senha.

Login

Cadastre-se!

Junte-se a esta comunidade! Cadastre-se e comece a participar, perguntando, respondendo, ajudando e sendo ajudado!

Impedância – Veja porquê você deve dar total importância a ela

Ajude, Compartilhe :)
  • 13
  •  
  •  
  •  

Impedância (Impedance em inglês) – o que é isso?

Neste artigo, gostaria de falar sobre uma medida, característica ou parâmetro muito importante mas muitas vezes desprezada: a Impedância

Afinal, o que é Impedância?

Medida em ohm (símbolo Ω), segundo dicionário, “Impedância é a oposição aparente num circuito elétrico ao fluxo de uma corrente alternada, análogo à atual resistência elétrica à corrente direta…” Um pouco complicado? Em inglês parece mais simples: “apparent increase of resistance due to induction in a circuit”. Falando de forma mais simples, é a “resistência aparente” causado pela indução eletromagnética. É importante ressaltar que essa resistência é causado pela “indução” para diferenciar de uma resistência normal (causado por um elemento resistivo, resistor) pois no primeiro não há perda de energia (ou a perda é mínima) já no segundo a perda é muito maior.

E porquê devo dar tanta importancia para isso?

Como vimos acima, Impedância é uma espécie de resistência, ou seja, uma força que “segura” a corrente ou o fluxo de corrente num determinado circuito, no caso de alto-falante, na bobina. A força ou o valor dessa resistência é diretamente proporcional ao valor da Impedância. Isto quer dizer que quanto maior for o valor da impedância maior é a “resistência” à passagem da corrente elétrica. Logo, um alto-falante (ou qualquer reprodutor sonoro) que tem 8Ω de impedância possui maior “resistência” à corrente do que um alto-falante que possui 4Ω.

Assim é fácil entender a tamanha importância disso. Se um módulo foi projetado para “trabalhar” com bobinas (alto-falantes) de 4Ω (entende-se, no mínimo, e não no máximo) e você ligar uma que tenha menos (2Ω por exemplo) a corrente será muito superior à prevista (até o dobro nesse exemplo) devido à baixa “resistência”. Corrente em excesso significa superaquecimento e este pode levar à queima, evidentemente!

O contrário, ligar um módulo em bobina (alto-falante) com impedância superior (8Ω por exemplo, seguindo o raciocínio acima) é seguro porque a corrente será menor do que a prevista (projetada) pelo fabricante, já que esta bobina estará oferecendo maior “resistência” à passagem da corrente. O problema aí é que o aproveitamento do conjunto (módulo/falante) será prejudicado. Por exemplo, se um módulo foi projetado para fornecer 200Wrms em 2Ω, ao ligar um falante de 4Ω renderá apenas a metade, ou seja, apenas 100Wrms. Claro que há exceções, variando um pouco essa métrica, mas de um modo geral é assim.

Como ligar Bobinas (falantes) de forma a obter os valores desejados (ligações em paralelo ou em série)?

Seja entre duas bobinas de um mesmo alto-falante (subwoofer por exemplo) ou de alto-falantes diferentes cada bobina deve ser considerado de forma independente nos cálculos.

Toda vez que você ligar duas (ou mais) bobinas em paralelo, você estará diminuindo a “resistência”, ou seja, a Impedância do conjunto. Exemplo: se você ligar duas bobinas de 4Ω em paralelo a impedância do conjunto cairá para 2Ω.

Por outro lado, toda vez que você ligar duas (ou mais) bobinas em série, você estará aumentando a “resistência”, e portanto a Impedância do conjunto. Exemplo: se você ligar duas bobinas de 4Ω em série a impedância do conjunto subirá para 8Ω.

Veja a ilustração abaixo:

Ligação em paralelo e série, Impedância

 

Como você pode ter observado, os resultados são sempre múltiplos, exemplo:

2 bobinas de 8Ω em Paralelo resulta-se em: 8÷2= 4Ω
3 bobinas de 6Ω em Paralelo resulta-se em: 6÷3= 2Ω

2 bobinas de 4Ω em Série resulta-se em: 2×4= 8Ω
3 bobinas de 2Ω em Série resulta-se em: 3×2= 6Ω

Para bobinas (falantes) cujo valores de impedâncias são diferentes (exemplo 2Ω e 4Ω) o cálculo já é mais complicado. Normalmente não se faz esse tipo de ligação e é bom evitar!

Bom, espero que este artigo tenha despertado a importância sobre a impedância, tenha sido esclarecedor e que a partir de agora passe a repensar um pouco mais antes de fazer qualquer ligação, afim de evitar problemas, transtornos ou prejuízos, e ao contrário, você possa extrair o máximo do seu som, com mais qualidade. Mas se ainda tiver dúvidas, poste comentários abaixo ou a partir do menu “POSTE SUA DÚVIDA”. O que eu puder responder, farei com muito prazer!

>Que tal ler agora este artigo que é bastante complementar? Potência dos Alto Falantes.

Gostou do artigo? Por favor Curta e Compartilhe nas redes sociais! Com essa Atitude simples você pode Ajudar outras pessoas! Obrigado!

HelioMiyata / somparacarros.net

Achou útil? Curta, marque +1 :)

Sobre o Autor

Desejo fazer deste site/blog uma grande comunidade com informações ricas e muito úteis para os amantes de som, sobretudo de qualidade.

10
Deixe um comentário

Please Login to comment
5 Comment threads
5 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
DuarteItalo gomesRenatoHelioMiyataPedro Munzlinger Recent comment authors
  Subscribe  
+Recentes +Antigos
Notifique-me
Trindade
Leitor
Trindade

Gostei do artigo.
Quero aprender mas sobre como montar e mendir a potencia do som depois de montado.

Valeu.

HelioMiyata
Admin

Olá Trindade!

Como não sou técnico em som ou som automotivo não posso te ajudar nessa empreitada, mas imagino que vc precise de um medidor de potência sonora, ou SPL (pressão sonora) para poder fazer essa medição. Recomendo que dê uma olhada em sites ou blogs que falem de competições de pressão sonora (SPL) e afins.

Abraços e boa sorte!
HelioMiyata – somparacarros.net

Pedro Munzlinger
Leitor
Pedro Munzlinger

Olá, eu possuo este módulo, http://www.stetsom.com.br/pt/produto/vs-380-3/ , e tenho ligado nele um kit 2 vias 4 ohms, e um subwoofer 4 ohms bobina simples. Porém este sub estragou, comprei um bobina dupla 2+2 ohms, devo ligar ele em série pra somar as impedâncias e resultar em 4 ohms para casar com o módulo ?
Fico em dúvida pois na descrição do módulo ele diz que ele tem saída de 2 ohms e de 4 ohms, essa seleção é realizada automaticamente pelo módulo? ou existe uma seleção na ora de instalar.

HelioMiyata
Admin

Olá Pedro!

Seu raciocínio está correto!
Deve ligar as duas bobinas em série para dar 4ohms, que é a impedância mínima para o canal “Sub/mono”.
Lembre-se, como lá diz “Impedância Mínima de Saída: 2 Ohms – Stereo / 4 Ohms -mono”, vc pode ligar até 2 kits de 4ohms cada, em paralelo, resultando em 2ohms/canal, ou 1 kit de 2ohms, para melhor aproveitamento do módulo/conjunto (potência total).

Espero ter esclarecido um pouco!

Abraços e boa sorte!
HelioMiyata – somparacarros.net

*Se isto te ajudou ou acha que ajudaria outras pessoas, por favor compartilhe! Obrigado 🙂

Renato
Leitor
Renato

Boa noite, gostaria de tirar uma dúvida. Estou fazendo um projeto de som para o meu carro onde estou com uma caixa dutada com dois dub de 15″ de 700rms cada e um módulo de 1200rms de um canal para tocar essa caixa onde ele trabalha em 1 ou 2oms

HelioMiyata
Admin

Olá Renato!

Desculpe mas não entendi a sua pergunta/dúvida. Poderia ser mais claro?

Abraços!

Italo gomes
Leitor
Italo gomes

Gostei muito do artigo tirei minhas duvida muito bom parabéns 👏👏👏👏👏👏

HelioMiyata
Admin

Olá Italo!

Fico muito feliz que tenha gostado desse artigo!
Se isto te ajudou ou acha que ajudaria outras pessoas, por favor Recomende, Compartilhe!
Obrigado 🙂 Abraços!!!
HelioMiyata – somparacarros.net

Duarte
Leitor
Duarte

Olá
Parabéns pela página!
Se tiver um canal de amplificador de 2ohm com saida 60w rms e nele ligar duas colunas 4ohm 60w rms em paralelo, ficarei com a impedância correcta, mas e o que acontece com a potência? Vão 30w para cada coluna ou vou puxar 120 w do amplificador? No ultimo caso, isso danifica? Provoca perda de qualidade/disturçao/ruido?
Muito obrigado

HelioMiyata
Admin

Olá Duarte!
Peço desculpas pelo atraso na resposta! E obrigado pela sua consideração com esse blog!
Nesse caso, a potência total do módulo seria dividida entre um falante e outro. Não há como o módulo “dobrar” sua potência nominal. Então a sua primeira interpretação seria a correta, e não vejo nenhum problema (risco) na ligação pois as impedâncias irão “casar”, apenas que os falantes não irão trabalhar em sua “plenitude”, o módulo sim. Mas pouco importa se você conseguir obter o som desejado. Abraços e boa sorte!